Skip to content

Covid-19 – Informação

Num momento como o que estamos a viver, entendemos que os nossos serviços são ainda mais importantes para todas as famílias, empresas e instituições continuarem ligadas e isso traz-nos responsabilidade acrescida.

Temos acompanhado os desenvolvimentos da COVID-19 desde o primeiro minuto e ativámos um plano de prevenção cujo objetivo é garantir a proteção dos nossos colaboradores, fornecedores, parceiros e clientes. A nossa prioridade diária é assegurar que, independentemente das circunstâncias, conseguimos entregar um serviço com a máxima qualidade.

Acreditamos que este período será ultrapassado por todos, juntos, com coragem, resiliência e determinação.

Ligados com a melhor rede

A nossa rede é a base de tudo o que fazemos. No âmbito da pandemia COVID-19, temos assegurado a integridade e continuidade da nossa rede e serviços de forma a garantir o bom funcionamento das comunicações.

Temos reforçado continuamente a capacidade da nossa rede, dimensionando-a para suportar horas de pico e para responder ao acréscimo de tráfego que se tem verificado nas últimas semanas, fruto do modelo de trabalho em mobilidade que grande parte das Empresas e Instituições adotaram.

Ao mesmo tempo, a monitorização constante levada a cabo pelas nossas equipas técnicas permite adotar medidas excecionais de otimização de rede, de forma a fazer face à evolução da situação.

Sempre que necessário, a Vodafone tem reforçado a capacidade da rede junto aos hospitais, forças de segurança e Instituições diretamente envolvidas na resposta a esta pandemia.

Ligados à Comunidade

DreamLab

O DreamLab é uma aplicação para telemóvel que usa o poder de computação coletivo dos smartphones para acelerar investigações na área da saúde. Com a rápida disseminação do coronavírus (COVID-19), que está a ter um enorme impacto negativo quer sobre a saúde humana quer sobre a economia global, o DreamLab em parceria com o Imperial College London integrou um projeto de investigação ligado ao reposicionamento de moléculas de medicamentos e de alimentos, adaptadas ao genoma, para desenvolvimento de tratamentos anti coronavírus.

A investigação na área da saúde gera, diariamente, um enorme volume de dados, mas o acesso ao poder de computação para os analisar e compreender é limitado. Os dispositivos móveis, hoje, dispõem de um enorme poder de computação necessário para executar todas as aplicações que usam no dia a dia, desde o email a aplicações de streaming de música ou vídeo, mas este fica inativo quando os equipamentos se encontram a carregar.

O DreamLab utiliza o poder de processamento dos vários telemóveis onde a aplicação está ativa, para efetuar cálculos em projetos de investigação ligados ao cancro e à COVID-19 e ajudar a encontrar as combinações mais eficazes de medicamentos que podem ser adaptadas para melhorar a eficiência dos tratamentos e salvar vidas.

Sendo o cancro uma das maiores causas de morte prematura no mundo, o DreamLab foi inicialmente desenvolvido em 2015 para apoiar projetos de investigação sobre o cancro, tendo já apoiado quatro descobertas mundiais nesta área, incluindo a identificação de propriedades anticancerígenas em alimentos e medicamentos existentes. Saiba mais sobre a App DreamLab aqui.

linha SMS 3060 para apoio às vítimas de violência doméstica

Linha SMS 3060

Nesta fase de isolamento social, a Fundação Vodafone Portugal e a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, em coordenação com o Governo, criaram uma linha de apoio às vítimas de violência doméstica, agora mais vulneráveis devido à situação de confinamento em que se encontram.

Através desta linha, as vítimas de violência doméstica podem pedir ajuda enviando uma mensagem escrita para o número 3060.

A linha é gratuita e garante a confidencialidade de quem a usa.

Mulher vestida de forma formal a sorrir enquanto mexe no telemóvel

Apoio a unidades hoteleiras

A Vodafone associa-se à iniciativa promovida pela AHP, através da qual esta Associação é responsável por fazer a ponte com os hotéis e efetuar o levantamento da disponibilidade de quartos por parte das Unidades hoteleiras para receberem profissionais de saúde que estão deslocados ou que não podem ficar nas suas casas para não colocar em risco as suas famílias, sem que lhes seja cobrado qualquer valor.

logotipo da iniciativa Portugal entra em cena

Portugal #EntraEmCena

A Vodafone associa-se ao movimento Portugal #EntraEmCena, uma colaboração inédita entre artistas, marcas, empresas públicas e privadas num esforço colaborativo de salvaguardar a cultura e os seus intervenientes, nesta altura crítica para o setor.

O movimento Portugal #EntraEmCena é um Marketplace digital, onde artistas podem lançar ideias e obter investimento para a fase de conceção e desenvolvimento, e onde empresas privadas e públicas podem encontrar talento e ideias propostas por artistas e lançar desafios ao desenvolvimento de novos projetos artísticos, escolhendo as que pretendem remunerar já.

O movimento conta com contributos técnicos de empresas como a Academia de Código, Casper, Hi Interactive, Lohad e Outsystems, e com o apoio institucional do Ministério da Cultura.

Ligados às Instituições

Mulher vestida com a farda de enfermeira a falar ao telemóvel

Apoio a profissionais de saúde

A Vodafone assinou um acordo de colaboração com o Gabinete de Resposta Digital e o Ministério da Saúde. Através deste acordo os profissionais de saúde, identificados pela Administração Central do Sistema de Saúde, beneficiarão de um plafond extra de dez mil minutos de voz para redes fixas e móveis nacionais, dez mil SMS para redes móveis nacionais, e 10 GB de dados de Internet.

Exemplo de dois ecógrafos doados pela Fundação Vodafone

Ecógrafos

A Fundação Vodafone doou 2 ecógrafos para as unidades de Cuidados Intensivos do Hospital de D. Estefânia e S. José no valor de €54.000 com vista a contribuir para melhorar o trabalho exímio que os nossos profissionais de saúde têm realizado diariamente.

Exemplo de três câmaras de monitorização de doentes por video

Câmaras de monitorização

A Fundação Vodafone Portugal doou 199 câmaras de vigilância para 199 quartos de hospital, para que os profissionais de saúde possam, de forma remota e contínua, monitorizar o estado dos pacientes infetados com o Covid-19.

Profissional de saúde a promover a campanha solidária Unidos por Portugal

Unidos por Portugal

A Vodafone apoia a campanha promovida pela SIC e Federação Portuguesa de Futebol para angariação de fundos para compra de equipamento hospitalar e de proteção individual para hospitais e IPSS.

Ligados aos nossos clientes

Condições temporárias de exceção face ao COVID 19

De acordo com o artigo 361º do Orçamento de Estado para o ano de 2021, que estabelece um regime excecional e temporário de resposta à epidemia COVID 19, relativamente à garantia de acesso ao serviço de comunicações eletrónicas, os consumidores particulares Vodafone podem solicitar, com efeitos até 31 de dezembro 2021:

  • a inibição da suspensão dos serviços, em caso de falta de pagamento
  • a suspensão temporária do contrato de comunicações eletrónicas
    ou
  • a cessação antecipada do contrato de comunicações eletrónicas, sem pagamento de compensação

Como pedir a inibição da suspensão dos seus serviços (a Vodafone mantém o seu serviço ativo. A dívida até esta data, assim como a que ocorrer até final do período, deve ser regularizada).

  • Desemprego: Declaração da Entidade Patronal ou Declaração do Centro de Emprego a confirmar que está inscrito e desde quando. Ambos os documentos têm de ter sido emitidos nos últimos 30 dias.
  • Infeção por COVID-19: Atestado médico ou Declaração da Autoridade de Saúde – Delegado de Saúde/Hospital
  • Perda de rendimento do agregado familiar igual ou superior a 20% *:
    • ​​​​​Deve preencher o Compromisso de Honra disponível aqui, em que declara quebra de rendimento do agregado familiar, reconhecendo à Vodafone o direito de solicitar posteriormente a apresentação de documentos adicionais, conforme quadro
      O seu pedido e respetivo Compromisso de Honra devem ser remetidos através deste link escolhendo a questão Faturação e Pagamentos > COVID 19. Será dada uma reposta ao seu pedido no prazo máximo de 48 horas úteis.

* Tratando-se de outro elemento do agregado familiar que não o titular da conta Vodafone, deverá fazer também prova através do envio de IRS conjunto ou recibos (água, banco, etc.) na mesma morada do titular.

Caso existam valores por regularizar relativos ao fornecimento dos serviços,  anteriores a 1 janeiro de 2021, o Cliente deverá proceder à sua regularização ou, em alternativa, solicitar um acordo de pagamento à Vodafone, através do envio de e-mail para suportecredito@vodafone.com com o assunto : “Acordo de Pagamento – Covid 19” ou  ligar 210950410, disponível nos dias úteis das 9h às 18h com o custo de uma chamada local para número fixo.

Nota: O acordo de pagamento só pode ser solicitado depois do Cliente ter feito prova de se encontrar em pelo menos uma das condições previstas no artigo 361º do Orçamento de Estado para o ano de 2021, enviando o respetivo comprovativo, como referido anteriormente.

Como pedir a suspensão temporária do contrato de comunicações eletrónicas (a Vodafone suspende todos os serviços, que não poderão ser usados, e deixa de faturar as mensalidades respetivas durante o período solicitado. O contrato será prolongado pelo período correspondente à suspensão).

  • Desemprego:
  • Declaração da Entidade Patronal ou Declaração do Centro de Emprego a confirmar que está inscrito e desde quando. Ambos os documentos têm de ter sido emitidos nos últimos 30 dias.
  • Perda de rendimento do agregado familiar igual ou superior a 20% *:
    • ​​​​​Deve preencher o Compromisso de Honra disponível aqui, em que declara quebra de rendimento do agregado familiar, reconhecendo à Vodafone o direito de solicitar posteriormente a apresentação de documentos adicionais, conforme quadro
      O seu pedido e respetivo Compromisso de Honra devem ser remetidos através deste link escolhendo a questão Faturação e Pagamentos > COVID 19.  Será dada uma reposta ao seu pedido no prazo máximo de 48 horas úteis.

Tratando-se de outro elemento do agregado familiar que não o titular da conta Vodafone, deverá fazer também prova através do envio de IRS conjunto ou recibos (água, banco, etc.) na mesma morada do titular.

Caso existam valores por regularizar relativos ao fornecimento dos serviços,  anteriores a 1 janeiro de 2021, o Cliente deve proceder à sua regularização ou, em alternativa, solicitar um acordo de pagamento à Vodafone, através do envio de e-mail para suportecredito@vodafone.com com o assunto : “Acordo de Pagamento – Covid 19” ou  ligar 210950410, disponível nos dias úteis das 9h às 18h com o custo de uma chamada local para número fixo.

Nota: O acordo de pagamento só pode ser solicitado depois do Cliente ter feito prova de se encontrar em pelo menos uma das condições previstas no artigo 361º do Orçamento de Estado para o ano de 2021, enviando o respetivo comprovativo, como referido anteriormente.

Como pedir a cessação antecipada do contrato de comunicações eletrónicas, sem pagamento de compensação (a Vodafone terminará o contrato não havendo lugar ao pagamento, pelo cliente, de qualquer compensação).

  • Desemprego: Declaração da Entidade Patronal ou Declaração do Centro de Emprego a confirmar que está inscrito e desde quando. Ambos os documentos têm de ter sido emitidos nos últimos 30 dias.
  • Perda de rendimento do agregado familiar igual ou superior a 20% *:
    • ​​​​​Deve preencher o Compromisso de Honra disponível aqui, em que declara quebra de rendimento do agregado familiar, reconhecendo à Vodafone o direito de solicitar posteriormente a apresentação de documentos adicionais, conforme quadro
      O seu pedido e respetivo Compromisso de Honra devem ser remetidos através deste link escolhendo a questão Faturação e Pagamentos > COVID 19. Será dada uma reposta ao seu pedido no prazo máximo de 48 horas úteis.

Tratando-se de outro elemento do agregado familiar que não o titular da conta Vodafone, deverá fazer também prova através do envio de IRS conjunto ou recibos (água, banco, etc.) na mesma morada do titular.

Caso existam valores por regularizar relativos ao fornecimento dos serviços,  anteriores a 1 janeiro de 2021, o Cliente deve proceder à sua regularização ou, em alternativa, solicitar um acordo de pagamento à Vodafone, através do envio de e-mail para suportecredito@vodafone.com com o assunto : “Acordo de Pagamento – Covid 19” ou  ligar 210950410, disponível nos dias úteis das 9h às 18h com o custo de uma chamada local para número fixo.

Nota: O acordo de pagamento só pode ser solicitado depois do Cliente ter feito prova de se encontrar em pelo menos uma das condições previstas no artigo 361º do Orçamento de Estado para o ano de 2021, enviando o respetivo comprovativo, como referido anteriormente.

No âmbito da Lei n.º 29/2021, de 20 de maio, é permitido às micro e pequenas empresas e aos empresários em nome individual afetados pela crise empresarial e às empresas cujas instalações estejam sujeitas a encerramento por determinação legal ou administrativa adotada no âmbito das medidas de controlo da pandemia da doença COVID -19 solicitar a suspensão dos seus contratos de fornecimento de serviços essenciais, entre os quais os serviços de comunicações eletrónicas, independentemente da existência de cláusulas de fidelização ou outras e sem que haja lugar ao pagamento de quaisquer taxas ou custos.

Neste contexto, podem pedir a suspensão dos serviços as seguintes entidades:

  1. as micro e pequenas empresas em situação de crise empresarial;
  2. os empresários em nome individual em situação de crise empresarial;
  3. as empresas cujas instalações estejam sujeitas a encerramento por determinação legal ou administrativa adotada no âmbito das medidas de controlo da pandemia da doença COVID 19.

O disposto na presente lei reconhece ainda micro e pequenas empresas o direito já previsto na Lei do Orçamento de Estado aprovado para 2021, de as empresas, querendo, optarem por manter os serviços, sem que os mesmos possam ser suspensos por iniciativa dos operadores.

Como pedir a inibição da suspensão dos seus serviços (a Vodafone mantém o seu serviço ativo. A dívida até esta data, assim como a que ocorrer até final do período, deve ser regularizada):

  • Situação de crise empresarial, verificando-se uma quebra de faturação igual ou superior a 25 % *:
    • Deve preencher o Compromisso de Honra disponível aqui, em que declara situação de crise empresarial, reconhecendo à Vodafone o direito de solicitar posteriormente a apresentação de documentos adicionais com base nas obrigações contabilísticas da empresa, nomeadamente uma declaração emitida pelo contabilista certificado a atestar a quebra de faturação. 
    • O seu pedido, requerimento e respetivo Compromisso de Honra devem ser remetidos através deste link escolhendo a questão Faturação e Pagamentos > COVID 19-Empresarial. Será dada uma reposta ao seu pedido no prazo máximo de 48 horas úteis.

Nota: No âmbito da Lei n.º 29/2021, de 20 de maio e de acordo com o artigo 361º do Orçamento de Estado para o ano de 2021, a inibição da suspensão de serviços poderá ser solicitada por micro e pequenas empresas, com efeitos até 31 de dezembro 2021.

Como pedir a suspensão temporária do contrato de comunicações eletrónicas (a Vodafone suspende todos os serviços, que não poderão ser usados, e deixa de faturar as mensalidades respetivas durante o período solicitado. O contrato será prolongado pelo período correspondente à suspensão):

  • Situação de crise empresarial, verificando-se uma quebra de faturação igual ou superior a 25 % *:
    • Deve preencher o requerimento de suspensão temporária de contratos de prestação de serviços de comunicações eletrónicas, disponível aqui.
    • Deve preencher o Compromisso de Honra disponível aqui, em que declara situação de crise empresarial, reconhecendo à Vodafone o direito de solicitar posteriormente a apresentação de documentos adicionais com base nas obrigações contabilísticas da empresa, nomeadamente uma declaração emitida pelo contabilista certificado a atestar a quebra de faturação. 
    • O seu pedido, requerimento e respetivo Compromisso de Honra devem ser remetidos através deste link escolhendo a questão Pedidos de Alteração > Desativação Temporária COVID 19 Empresarial. Caso se verifiquem todos os requisitos, o requerimento de suspensão determina a aplicação da mesma no primeiro dia do mês seguinte à sua apresentação, devendo, para o efeito, o pedido ser apresentado com pelo menos 15 dias de antecedência.
 
  • Encerramento de instalações por determinação legal ou administrativa adotada no âmbito das medidas de controlo da pandemia da doença COVID-19:
    • Deve preencher o requerimento de suspensão temporária de contratos de prestação de serviços de comunicações eletrónicas, disponível aqui.
    • Deve comprovar o encerramento por determinação legal ou administrativa através do diploma legal ou da autoridade de saúde que determinou esse encerramento e do eventual pacto social ou código da CRC que ateste o objeto social.
    • O seu pedido, requerimento e respetivo(s) documento(s) comprovativo(s) do encerramento do estabelecimento devem ser remetidos através deste link escolhendo a questão Pedidos de Alteração > Desativação Temporária COVID 19 Empresarial. Caso se verifiquem todos os requisitos, o requerimento de suspensão determina a aplicação da mesma no primeiro dia do mês seguinte à sua apresentação, devendo, para o efeito, o pedido ser apresentado com pelo menos 15 dias de antecedência.

*  Entende-se por situação de crise empresarial quando se verifique uma quebra de faturação igual ou superior a 25 % quando comparada com:

  • o mês anterior ao mês civil a que se refere o pedido de suspensão; ou
  • o mesmo mês do ano anterior ou do ano de 2019; ou
  • a média mensal dos seis meses anteriores a esse período.

Para quem tenha iniciado a atividade há menos de 24 meses, a quebra de faturação é comparada com a média da faturação mensal obtida entre o início da atividade e o penúltimo mês completo anterior ao mês a que se refere o pedido de suspensão.

Caso existam valores por regularizar relativos ao fornecimento dos serviços, anteriores a 1 junho de 2021, o Cliente deve proceder à sua regularização ou, em alternativa, solicitar um acordo de pagamento à Vodafone, através do envio de e-mail para suportecredito@vodafone.com com o assunto: “Acordo de Pagamento – Covid 19” ou  ligar 210950410, disponível nos dias úteis das 9h às 18h com o custo de uma chamada local para número fixo.

Nota: O acordo de pagamento só pode ser solicitado depois do Cliente ter feito prova de se encontrar em pelo menos uma das condições previstas na Lei n.º 29/2021, de 20 de maio, enviando os respetivos comprovativos, como referido anteriormente.

Privilegie os nossos canais digitais

No seguimento das instruções da DGS (Direção Geral de Saúde) e das entidades governamentais competentes, apelamos a todos os nossos clientes que privilegiem os canais digitais para as suas interações com a Vodafone, nomeadamente o website www.vodafone.pt e a App My Vodafone. Caso necessite de pedir nova password para a App My Vodafone, basta enviar um SMS para o número 1551.

Atendimento em segurança nas Lojas

As nossas lojas encontram-se abertas e prontas para o receber com a máxima segurança, nas situações que impliquem tratamento presencial.

Para sua proteção e de todos, quando se dirigir a uma Loja Vodafone continue a seguir as regras:

Respeite a capacidade limitada da loja.

Use sempre máscara.

Mantenha a distância social de 2m.

Dê prioridade.

Evite contacto físico e cumpra as distâncias de segurança na loja.

Limite o contacto com o mobiliário da loja e evite pagar em dinheiro.

Encontre a loja mais perto de si, horários e serviços disponibilizados aqui.
De acordo com as imposições legais, os horários de funcionamento das lojas foram ajustados.

*É permitida a presença em loja de um cliente por posto de atendimento em funcionamento, salvaguardando os 2m de distância estabelecidos do nº 1 do artigo 20º do decreto 3B/2021 de 19/01/2021.

Reforçámos as medidas de higienização, desinfeção e limpeza das nossas lojas, de forma a garantir a segurança total dos nossos clientes e colaboradores. Temos um assistente à porta a facilitar as entradas e saídas, bem como a distância de segurança entre clientes fora da loja. Dentro da loja, encontra-se delimitado no chão o espaço de segurança de 2 metros de distanciamento dos postos de trabalho, todos eles com proteções acrílicas individuais. Foram adicionalmente disponibilizadas máscaras para todos os assistentes em atendimento, bem como álcool-gel e toalhitas para limpeza recorrente. 

Ligados às nossas equipas

Colaboradora Vodafone com mascara na cara atende presencialmente em loja.

Colaboradores Vodafone

O momento que vivemos é único e obrigou-nos rapidamente a repensar a forma como trabalhamos, aprendemos e vivemos o nosso dia a dia.

Seguindo as recomendações emanadas pela Direção-geral da Saúde, a Vodafone Portugal foi desenhando desde o momento zero respostas aos vários desafios que iam surgindo, de modo a colocar em segurança as suas Pessoas, sempre com o objetivo de se prevenir a disseminação do vírus.

Atualmente a Vodafone Portugal tem implementado, por tempo indeterminado, o regime de Trabalho em Mobilidade Excecional. Isto significa que cerca de 96% dos colaboradores está a trabalhar em mobilidade a partir de casa.

Foram implementadas ações especificas para proteção individual dos colaboradores que, decorrente das funções que desempenham, não se encontram a trabalhar em mobilidade, bem como das pessoas com quem têm que interagir no dia a dia do seu trabalho, nomeadamente ao nível da utilização de equipamentos de proteção individual, utilização de gel desinfetante e adaptações nas políticas de utilização e manutenção dos locais onde se encontram a trabalhar.

Ao nível da comunicação e disponibilização de programas ligados à saúde e bem-estar, têm vindo a ser implementadas várias iniciativas alavancadas nas ferramentas digitais, com o objetivo de continuar a manter os colaboradores ligados e motivados.

Instalador de Fibra Vodafone

Colaboradores de empresas parceiras da Vodafone

Relativamente aos Contact Centers, a Vodafone trabalhou ao longo das últimas semanas com os seus parceiros, no sentido de garantir todas as condições para que os assistentes pudessem trabalhar, também, em regime de Trabalho em Mobilidade Excecional.

Atualmente, a totalidade dos assistentes do Contact Centre está a assegurar o atendimento aos clientes Vodafone a partir de casa.

Vamos continuar todos ligados

Mais do que nunca, para que o país funcione, precisamos de utilizar bem as redes de comunicações, tanto num domínio pessoal como profissional.

Ligados a fontes seguras de informação

É importante estar informado e atualizado sobre os últimos desenvolvimentos. Apelamos que opte por fontes de informação fiáveis e seguras.

Logotipo da Direção Geral de Saúde

Siga as últimas informações da DGS, ponto de situação atual e guias úteis.

Logótipo de World Health Organization

Recomendações e ferramentas de implementação para governos e organizações.

Umas mãos a segurar um telemóvel enquanto consulta as notícias no aparelho

Vamos continuar a manter uma comunicação atualizada, acompanhe as nossas informações institucionais